| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

Em cima da hora e em cima do joelho

Foi tudo decidido na ultima hora e às vezes assim corre melhor, sem muito tempo para pensar em pôr e tirar da mala, sem tempo para decidir entre um livro e outro, na duvida levam-se os dois, sem tempo para o piolho escolher carrinhos ou playstation e depois desculpar-se pelo facto da pressa não ter permitido que escolhesse um livro para me fazer companhia nas leituras, mas pronto, a mãe claro lembrou e trouxe, "que bom" diz ele com um ar de falsa satisfação. De uma hora para a outra recebemos um telefonema informando que a casa estava disponível nestes três dias e com uma proposta destas, há tanto adiada, não havia como recusar, foi quase tão rápido como levantar da cama e voar para o banco do carro, três dias intensos nos esperam agora já só dois O piolho aterrou na cama de tão cansado que estava, não só pela viagem mas pelos inevitáveis mergulhos, corridas, futebol de praia e o passeio de canoa, gargalhadas e tanto que rebolou na areia às tantas parecia um croquete

O computador estava no carro, caso contrário não tinha vindo! Ainda assim, o uso é exclusivo para quando não há mais que fazer, mais-que-fazer, como se possível fosse, aqui, neste sitio lindo onde a calma nos chama a contemplar esta beleza natural, a varanda, o jardim, o terraço, os livros... A lua, simplesmente

Faltas-me, claro que me faltas, é a primeira vez que não estás aqui, mas lembraste, ontem disse que já conseguia viver sem ti, por isso também não vou escrever sobre ti, sobre a falta que me fazes, sobre o bem que me sabias, sobre... Nada sobre ti

2 comentários:

  1. É caso para dizer... e Mais nada!

    ResponderEliminar
  2. As vezes são essas decisões, de ultima hora, que correm melhor que muitos eventos que são programados atempadamente não correm tão bem :(

    ResponderEliminar

*