| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

Dos casamentos



" Hoje em dia o divórcio é inevitável, não dá para escapar. Ninguém aguenta conviver com a mesma pessoa durante uma eternidade. 
Eu, na realidade já estou no terceiro casamento - a única diferença é que casei três vezes com a mesma mulher. A minha esposa, se não me engano está no seu quinto casamento, porque ponderou fazer as malas mais vezes que eu.
O segredo do casamento não é harmonia eterna. Depois das inevitáveis fúrias da paixão, a solução é ponderar, acalmar e fazer as malas de novo, com a mesma mulher. O segredo no fundo é renovar o casamento e não procurar um casamento novo. Isso exige alguns cuidados e preocupações que são esquecidos no dia-a-dia do casal.
De tempos a tempos, é preciso renovar a relação. De tempos a tempos é preciso voltar a namorar, a cortejar, seduzir e ser seduzido. Há quanto tempo não saem para dançar? Se fosse um casamento novo, certamente frequentariam lugares novos e desconhecidos, mudariam de casa ou apartamento, trocariam o guarda-roupa, mobílias, discos, corte de cabelo, maquilhagem. Mas tudo isso pode ser feito sem separação.
Vamos ser honestos: ninguém aguenta a mesma mulher ou o mesmo marido, trinta anos com a mesma roupa, o mesmo baton, os mesmos amigos, as mesmas piadas. 
Quem se separa encanta-se com novas vidas, novas casas, novos círculos de amigos. Não é preciso um divórcio litigioso para ter tudo isto, basta mudar de lugares e interesses e não se deixar acomodar. O mundo muda, e as pessoas também, o marido, a esposa, a rua onde se vive, os amigos.. A melhor estratégia para salvar o casamento não é manter uma "relação estável", mas saber mudar, juntos . Todos os casais precisam de evolução: estudar, aprimorar-se, interessar-se por coisas que jamais teriam pensado fazer no inicio do casamento. Portanto descubram a nova mulher ou o novo homem que vive ao lado, em vez de sair por aí tentando descobrir um novo interessante.
Tenho a certeza que os filhos respeitarão pela decisão de se manterem juntos e aprenderão a importante lição de como crescer e evoluir unidos apesar das desavenças. As birras e discussões sempre ocorrerão: por isso de vez em quando é necessário casar-se de novo, mas tentar fazê-lo sempre com o mesmo par "

6 comentários:

  1. isto é uma crónica?
    olha, não interessa. é genial. simplesmente genial c:

    (quanto àquilo que escreveste no meu blog, smile':
    vindo de quem veio, acredito, com todas as minhas forças, que é de coração. estamos a lutar um pelo outro há muito tempo e já percebemos que estamos melhor juntos que separados; melhor um com o outro que cada um com outro qualquer. e, mais que tudo, somos amigos. bons amuigos. a úyltima coisa que queremos é por termo a uma amizade como esta. eu sei que é de coração c: )

    ResponderEliminar
  2. olá

    adorei este texto, é tão verdadeiro. mas infelizmente a maior parte das pessoas deixa a relação morrer, sem a inovar, e nem se apercebe que uma relação tem de ser renovada para poder viver.

    é de quem este texto, sabes?

    beijinhos
    *

    ResponderEliminar
  3. vou se rboazinha ehe! btw, adorei o texto! muito bom! :')

    ResponderEliminar
  4. Talvez seja esse o segredo das coisas.
    Acho que hoje em dia as pessoas simplesmente não estão dispostas a recasar-se.

    ResponderEliminar
  5. A-D-O-R-O. É tão acertado! Bolas...

    ResponderEliminar

*