| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

Um texto que todos deviam(os) ler

Também estou um bocado farta desta noticia, mas a minha veia e mãe EXIGIU a divulgação 

JUNHO 29, 2011



Caros Amigos,
O drama Angélico Vieira / Salvador Caetano

3 comentários:

  1. Eu já sigo este blogue há um bom tempo mas são poucas as vezes que comento. Desta vez teve mesmo que ser. Acho desastrosa esta comparação. Primeiro porque o que provocou este alarido todo em volta do Angelico foi o facto de ele não ter morrido logo na altura porque criaram-se expectativas, ilusões de que alguém com 28 anos nunca pode morrer.
    Segundo, normalmente são sempre os jovens que demonstram a sua admiração pelos seus idolos e, exceptuando casos raros como Hugh Hefner e Bill Gates, os idolos são quase sempre futebolistas, actores ou musicos. Sempre foi assim, sempre será.
    Terceiro, as mortes prematuras causam sempre muito mais alarido que uma morte, aos 89 anos, por doença ou velhice.
    Quarto, o autor desta cronica "conheceu" nomes como Marilyn Monroe, Elvis Presley, Jim Morrison? Cujas vidas foram pautadas por sexo, drogas e rock and Roll? A sepultura de Jim Morrison é a mais visitada de sempre, muito longe de grandes presidentes dos EUA, cuja importância para o país e, quiçá,para Mundo foi muito mais relevante. E estes são/foram os idolos dos nossos pais!
    Por isso eu, com 22 anos, que não sou fã de Angelico e outros que tais, acho mesmo que não, não há termo de comparação entre estas duas pessoas que morreram em situações bastante distintas, e não, a mudança de valores não é culpa dos nossos pais porque eles também tiveram como ídolos cantores e actores.

    E, falando um pouco mais sobre esta crise de valores, não é nisto que nos temos que preocupar. É na falta de palavra. e nisso, como vemos em muitas situações, os mais velhos são mestres.

    ResponderEliminar
  2. Falamos disso aqui em casa... Enfim... nem tenho palavras...

    **

    ResponderEliminar
  3. E se alguns jornalistas parassem para falar no Salvador Caetano, seria para dizer mal, por inveja.

    ResponderEliminar

*