| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

Yes!

Ontem fui felicitada, deram-me os parabéns pela excelente educação que dei dou e darei, se Deus quiser ao meu filho. Apesar de os valores hoje em dia já não serem valores de antigamente, ainda há quem repare e valorize o pedido de licença, o se faz favor e o obrigado.
Lembro-me de histórias acerca da rígida educação que o meu avô incutiu ao meu pai. Lembro-me da rígida educação que tiveram os meu primos, que foram criados com os avós, não usavam tu para se dirigir ou responder aos mais velhos, sempre você ou senhor, de pedirem a bênção e de se levantarem cada vez que uma pessoa mais velha entrava na sala. A mim foi-me incutida uma educação rígida, mas não tanto, na forma de ser e estar, sabia que os mais velhos eram pessoas de máximo respeito, independentemente da condição social e jamais ousaria ultrapassar limites estabelecidos, até a minha irmã bem mais rebelde tinha noção e respeitava esse ensinamento
O Piolho é igual aos outros, faz asneiras como os outros e tem coisas boas como os outros. A diferença parece que está no facto, segundo as criticas, de o Piolho saber cumprimentar e agradecer. Ontem, dia de festa de família, haviam muitos convidados que já não víamos à muito tempo, e durante o decorrer da festa tive oportunidade de ouvir e babar com elogios fantásticos acerca da forma de estar, cumprimentar e agradecer do meu Piolho. Tudo isto é reflexo da educação que tive e consegui incutir, resultado de muito mimo, diálogo e repreensão, eis o resultado

4 comentários:

  1. A educação antiga de que falas acho era mais uma imposição hierárquica do que propriamente educação.
    Hoje acontece o inverso com algumas crianças. É a bandalheira total.

    [pedido de licença, o se faz favor e o obrigado]... são sim a verdadeira boa educação.

    ResponderEliminar
  2. É essencial
    O meu sobrinho nunca foi ensinado a isso e eu tenho pena, muita pena

    ResponderEliminar
  3. Anónimo8/01/2011

    Parabén també
    Beijinho
    Susana*

    ResponderEliminar
  4. é verdade.
    os meus pais também prezam muito isso . eu eu compreendo. coisas simples, mas que marcam a diferença c;

    ResponderEliminar

*