| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

Eu já...

Já perdi um amor ao tentar escondê-lo . Já segurei nas mãos de alguem, com medo . Já tive tanto medo ao ponto de nem sentir as mão . Já expulsei da minha vida pessoas que amava e já me arrependi por isso . Já passei noites a chorar até pegar no sono e já fui dormir tão feliz ao ponto de nem conseguir fechar os olhos . Já acreditei em amores perfeitos, mas também já descobri que perfeição existe apenas no meu pensamento . Já amei pessoas que me decepcionaram, assim como já decepcionei alguem que me amava . Já passei horas em frente ao espelho tentando descobrir-me . Já menti e me arrependi imediatamente . Já sorri enquanto chorava lágrimas de tristeza e já chorei de tanto rir . Já acreditei em pessoas que não valiam a confiança e deixei de acreditar em quem seria confiável . Já tive crises de riso quando devia manter-me séria . Já parti um prato, de tanta raiva que senti . Já senti falta de alguem . Já gritei quando devia calar e já calei quando podia gritar . Já deixei de falar para agradar a alguem mas também já disse coisas que não devia para magoar alguem . Já fingi ser quem não sou para agradar a alguém e já fingi ser o que não sou para desagradar a outros . Já inventei histórias com final feliz só para dar alegria a quem precisava . Já sonhei demais ao ponto de confundir com a realidade . Já tive medo do escuro, hoje procuro-o para estar sozinha . Já caí inumeras vezes, em todas as quedas tive a certeza de que não me reergueria, em todas me superei e me surpreendi . Já me reergui achando que não mais voltaria a cair, caiu todos os dias . Já liguei só para ouvir uma voz do outro lado da linha. Já me ligaram só para me ouvir . Já chamei de amigo pessoas que mais tarde me provaram que não mereciam tal palavra . Já houveram pessoas a quem nunca chamei nada e sempre foram e serão especiais .

Inspiração num texto identico encontrado pro aí

7 comentários:

  1. gostei muito do texto. também já passei por muitas destas coisas. significa que se está a viver, não é?
    gostei muito do blog, não conhecia...

    ResponderEliminar
  2. Um texto belíssimo, sem dúvida!
    Agora uma coisa... atodos nos aconteceu uma ou outra coisa do género, mas por favor abre-te e enfrenta a vida e abre os braços à felicidade.
    Não desistas!

    ResponderEliminar
  3. Estava aqui a ler... e não sei bem o que dizer.

    :*

    ResponderEliminar

*