| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

Viva(me)



Quando eu ainda não era mãe, tinha longas e calmas conversas ao telefone . Quando eu ainda não era mãe, dormia quando e o que queria . Quando eu ainda não era mãe, não me preocupava com a hora de ir para a cama e raras vezes tinha hora para me levantar . Quando eu ainda não era mãe, a casa estava sempre limpa e arrumada, não tropeçava em brinquedos nem encontrava gomas ou metades de bolacha debaixo do sofá.  Quando eu ainda não era mãe, comia o que me apetecia, quando me apetecia, sem me preocupar se estava quente ou frio . Quando eu ainda não era mãe, as minhas roupas não tinham nódoas e as plantas da casa eram a alegria nos meus dias. Quando eu ainda não era mãe, nunca ninguém tinha feito xixi ou vomitado, nem nunca ninguém me havia trincado um mamilo enquanto sôfrego se alimentava de mim, ou beliscado o meu corpo com dedinhos de unhas finas. Quando eu ainda não era mãe, não conhecia a sensação de ter o meu coração fora do corpo . Quando eu ainda não era mãe, não conhecia esse laço que existe entre mãe e filho . Quando eu ainda não era mãe, não imaginava que algo tão pequenino me pudesse fazer sentir tão grande . Quando eu ainda não era mãe, não imaginava que pudessem haver sentimentos tão fortes . Quando eu ainda não era mãe, a vida tinha algumas cores, hoje é um arco-íris

à 11 anos atrás,

6 comentários:

  1. Muitas muitas cores... sempre cada vez com mais tons.

    :-))

    ResponderEliminar
  2. Parabéns ao piolho :D

    ResponderEliminar
  3. ser mae ou pai é do melhor que pode haver. Eles crescem, mas serão sempre uns meninos aos olhos dos pais.

    ResponderEliminar
  4. so sweet** ... parabéns aos dois :)

    ResponderEliminar

*