| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

*


Às vezes penso que o coração das pessoas é como um poço sem fundo. Ninguém sabe o que se encontra no seu interior. Não temos outro remédio senão dar largas à imaginação apartir do que aparece volta e meia, à tona."

Haruki Murakami, 
in A Rapariga que inventou um Sonho

3 comentários:

*