| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

Toma para aprenderes

E pensar que tantas lágrimas eu derramei por ele...
De quando em vez lá vem, lá aparece, lá dá um ar da sua graça e quando vem, vem acompanhado, ou trás o último jogo electrónico que saiu, o qual eu tenho de negociar para que continue a haver tempo para os estudos e actividades prioritárias [ar livre] ou trás o ultimo grito em sapatilhas, ainda que eu tenha comprado umas outras na semana anterior... Hoje foi apenas mais um ar da sua desgraça, mas hoje eu cansei e disse chega! Se para mim não servem as migalhas que encontro, porque hei-de aceitar ou permitir que alimentem assim o meu filho? O prato que serve para um, serve para o outro, aqui não há distinções, vivemos juntos, partilhamos alegrias, tristezas e trabalhamos em equipa, pois então!

Espero sinceramente que o processo de regularização de poderes, em tribunal seja rápido, passou entretanto um mês e meio e eu queria de uma vez esta situação resolvida, para finalmente haver PAZ

4 comentários:

  1. Logo que haja paz o melhor é juntarem os trapinhos.
    Acho que o problema de tantos atritos é falta de beijos e abraços.
    É amor recalcado.

    ResponderEliminar
  2. Querida Smile, grande decisão!! Gostei! Força, minha querida, para os dois!

    ResponderEliminar

*