| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

Eu fui à reunião de notas, ouvi tudo e sobrevivi!

Mais do mesmo, os anos passam e as histórias repetem-se. Começo a ter certeza achar que os professores estudam MESMO! todos pelo mesmo caderno e a sua primeira lição dá pelo nome de: - Como podemos implicar com esta criança... Pois esta é a minha opinião e é esta porquê? Em primeiro lugar porque nunca fui a uma reunião escolar em que um professor não faça queixa da forma de estar do Piolho, porque fala com os colegas, porque se vira para trás, porque se distrai, porque distrai os colegas, porque... - E faltas de educação, há? - Não, o Piolho é extremamente educado, mas acontece que se distrai com facilidade, fala imenso com os colegas, fica virado para trás, distrai-se e distrai os outros. Ora, nada mais nada menos que o costume. E quando eu quero saber coisas realmente importantes, coisas que me interessam e coisas que contribuem para a felicidade / futuro do meu filho, mais uma vez levo com esta salgalhada de falta de autoridade dos professores. Hoje perguntei mesmo [porque à muito que me tinha prometido fazê-lo] se a professora já tinha experimentado chamar à atenção da criança, ou das crianças pois não acredito que este seja o único ponto negro da turma - Sim, às vezes faço-o, mas constantemente também me farta. Procurando a forma mais subtil e discreta de o fazer, dei a entender que a stôra, tal qual serve para todos os outros stôres que as crianças, têm de ser constantemente avisadas, lembradas, elucidadas para as atitudes que tomam, ou deviam.
Lamento que as reunião de notas sirvam apenas para deixar os pais assim, cada vez com mais duvidas acerca daqueles a quem confiam o presente e o futuro das suas crias

2 comentários:

  1. Querida Smile, como sabes, este tema diz-me respeito, porque uma vez professor, professor para sempre. :)
    Que os miúdos se distraem e distraem os que lhes estão ao redor, dão ocorrências que sempre existiram e sempre existirão!
    Agora, professores que não chamam a atenção a esses discentes ou que só o fazem às vezes, deixa-me com "urticária", como me deves calcular!
    As crianças e jovens são irrequietos e tentam sempre medir forças, é natural. Compete aos professores responsáveis, demonstrar-lhes os procedimentos correctos e fazer respeitar as regras de saber estar, numa sala de aula.
    Tens razão em vir desiludida, da vossa reunião!

    ResponderEliminar
  2. Eu quando vou às do meu filho... também é assim.

    ResponderEliminar

*