| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

É-me tanto!







Ele é TANTO! mas TANTO! para mim que se pudesse arrumava-o numa bola de sabão e protegia-o para sempre das maldades da vida, das incertezas e das tristezas. Pegava nele e mostrava-lhe que há gente infeliz, com problemas mesmo graves e que conseguem, ainda assim, ser exemplo de vida. Pegava nele e apertava-o nos meus braços, dizia-lhe que o amor que o rodeia servir-lhe-à para alguma coisa e explicava-lhe que amanhã o mundo vai ser melhor e que o que hoje parece muito mau, amanhã vai fazê-lo rir.
Ele é maravilhoso

5 comentários:

  1. Como te entendo!
    Como não é possível (nem saudável), o melhor que podemos fazer é isso mesmo que tu dizes: pegar neles ao colo, abraçá-los e explicar-lhes a vida... no fundo, estamos a proporcionar-lhes as ferramentas que eles precisam para enfrentar seja o que fôr e serem valentes e inteiros :)
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  2. Ser mãe é isso mesmo...
    :)

    ResponderEliminar
  3. Imagem e texto inspirador! =)

    ResponderEliminar

*