| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

ela, a mana

A ela, mana de sempre, da vida, de sangue, do coração, - de tudo! Àquela de quem a vida me afastou mas que também a própria vida se está a encarregar de aproximar. É estranho, mas é esta a verdade, um dia e porque entre nós demos prioridade a terceiros, deixámos - deixei - que esses mesmos exercessem sobre mim nós um poder tal que permitiu o afastamento, mas a própria vida encarrega-se de nos levar de novo ao caminho certo, seja com a mana, com o vizinho do lado, o primo ou até com um ser desconhecido do outro lado do planeta. Acredito no destino e acredito que por mais que queiramos ir por ali, a vida é que nos dá as coordenadas.
Na vida cresci com ela e não foi fácil esta partilha de tudo, haviam sempre as nossas guerras de titãs irmãs, éramos diferentes, como a noite e o dia, a carne e o peixe ou a agua e o vinho... O que quiserem para definir o oposto, eu loira, ela morena... Hoje somos meninas crescidas com vontades próprias, com sonhos para realizar e sempre dispostas a ajudar no que preciso for para o bem estar da outra, e do próximo

Hoje a mana faz anos e é a ela que dedico o dia, este e os próximos, todos aqueles que a vida nos proporcionar juntas, pessoalmente ou apenas com o coração

6 comentários:

  1. Eu e o meu irmão estamos longe... passam-se semanas que não nos telefonamos... mas é o melhor irmão do mundo.

    :-))

    ResponderEliminar
  2. Os nossos irmãos são sempre os melhores irmãos do mundo; são nossos, mesmo quando cheios de manias e defeitos, é do mesmo sangue que nos corre nas veias

    ResponderEliminar
  3. os irmãos têm uma ligação que nada nem ninguém quebra de verdade... quero acreditar nisso. Preciso de acreditar nisso!

    ResponderEliminar
  4. Que palavras bonitas Smile.

    ResponderEliminar
  5. Olá!
    E é tão bom ter irmãos!!!
    Bjs

    ResponderEliminar

*