| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

ser Mãe [solteira]

ser mãe solteira foi viver em modo paixão. ser mãe solteira foi ficar sozinha embora rodeada de gente que queria o bem. ser mãe solteira foi uma gravidez aos dezanove anos. ser mãe solteira foi assumir o pai que deixou de ser o namorado. ser mãe solteira foi enfrentar discriminação. ser mãe solteira foi estar sozinha nos exames. ser mãe solteira foi acordar a [minha] mãe e pedir que me [nos] levasse ao hospital um mês antes. ser mãe solteira foi ficar sozinha sem a mão em cada contracção. ser mãe solteira foi enfrentar parto, recobro e hora do pai, sem pai. ser mãe solteira foi sair do hospital e ter a casa cheia de gente querida de mangas arregaçadas. ser mãe solteira foi enfrentar doenças e correr para hospitais. ser mãe solteira foi difícil num mês de diagnósticos péssimos que pioravam todos os dias. ser mãe solteira foi ter só para mim o primeiro sorriso. ser mãe solteira foi a mão nos primeiros passos. ser mãe solteira foi enfrentar ministério publico e discriminação quando questionada acerca de pretensos pais. ser mãe solteira foi preencher a lista de pretensos pais com um nome apenas e ver olhares duvidosos. ser mãe solteira foi o braço de ferro com assistentes sociais que punham em causa capacidades desta mãe com uma criança. ser mãe solteira foi dar a volta por cima e provar no ministério publico que se é capaz, mesmo sem pai. ser mãe solteira foi sujeitar ao teste de ADN mesmo cheia de certezas. ser mãe solteira foi assumir o dia do pai na escola. ser mãe solteira foi sonhar e realizar. ser mãe solteira foi reencontrar o pai e aceitá-lo de braços abertos. ser mãe solteira foi passar uma borracha por cima de todo o passado. ser mãe solteira foi convencer o mundo inteiro que vai valer a pena. ser mãe solteira foi pôr o pai em primeiro lugar sob olhares silenciosamente reprovadores de quem esteve sempre aqui. ser mãe solteira foi fazer o impossível para compensar tempo perdido. ser mãe solteira foi acreditar que a vida a três será o novo ciclo de pura felicidade. ser mãe solteira foi omitir e esconder falhas para que ninguém percebesse que afinal pouco havia de cor-de-rosa. ser mãe solteira foi acreditar no dia de amanhã. ser mãe solteira foi perceber que afinal a vida a três não é pura felicidade e passar o filho para primeiro plano. ser mãe solteira foi fazer planos, mesmo sabendo que poderiam não ser concretizados. ser mãe solteira foi ficar mais uma vez sozinha, com os planos em mão sem possibilidade de voltar atrás. ser mãe solteira foi pedir ao pai que não se esquecesse do filho. ser mãe solteira foi, independentemente de atitudes, preservar a amizade pela harmonia parental. ser mãe solteira foi pedir ajuda e não receber. ser mãe solteira foi desistir de pedir e recorrer a quem de direito. ser mãe solteira foi perder(!) a amizade(?) porque se exigem direitos. ser mãe solteira foi ter coragem. ser mãe solteira foi enfrentar a justiça contra um pai ausente. ser mãe solteira foi pulso firme em tribunal. ser mãe solteira foi a razão em cada frase. ser mãe solteira foi entregar na justiça, às mãos de um juiz, a obra. ser mãe solteira foi morrer e nascer de novo à espera de uma decisão. ser mãe solteira foi a confirmação da certeza que o bem vence sobre o mal. ser mãe solteira foi perceber que vencer não significa ganhar. ser mãe solteira foi comprar uma guerra com o pai em defesa de um filho. ser mãe solteira foi abrir mão de uma luta numa justiça tão pecadora. ser mãe solteira foi baixar armas e virar costas a essa guerra. ser mãe solteira foi escolher viver em paz

ser mãe solteira foi só a melhor opção

75 comentários:

  1. Admiro-te imenso, Juro !
    Força "mãe" .
    Se algum dia me acontecer, quero ser como tu .
    Bjinho

    ResponderEliminar
  2. E muita força para o resto da vida nunca desistas

    ResponderEliminar
  3. Nem sempre é fácil... Hoje principalmente. obrigada pelo apoio

    ResponderEliminar
  4. Mta força...acreditar e mesmo sem vontade sorrir!!!!!

    ResponderEliminar
  5. Verdade, és uma super mãe!...
    Parabens por seres assim, cheia de força.
    Bjinhs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sem super, sou uma mãe como qualquer mãe

      Eliminar
  6. Ja estou de lagrima no olho.
    Olha linda,conheço bem esses sentimentos de ter de SER MAE acima de tudo e de todos, os olhares reprovadores, as bocas foleiras.
    Os nossos filhos sao aqueles que nunca nos deixaram sem um sorriso e um abraço verdadeiro. Que sabem no momento certo dar aquela maozinha pequena e transmitir a energia que parecia estar a desaparecer. Nao desistas e um dia tudo pode mudar para melhor.
    FORÇA és uma mae a 100%!!!

    ResponderEliminar
  7. Ser mãe ... é ter um filho !!!ponto final

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sem ponto final
      e ser mãe não é tê-lo, é criá-lo

      Eliminar
  8. Lindo texto de uma super mãe!!!
    E o melhor de cada dia é podermos abraçar os nossos filhos e ver o sorriso lindo deles!
    Infelizmente sei o que é lutar com um pai ausente que não dá nada à filha, mas sei que por ela vou ao fim do mundo e volto, mesmo de rastos

    um grande beijinho e muita força para poderes sempre ser essa super mãe e mulher

    ResponderEliminar
  9. Quase a história da minha mãe.
    Um pai é preciso, sim é certo, mas eu que cresci sem um nunca notei (muito) a sua falta porque tive uma MÃE.
    É costume dizer que o que não nos mata nos torna mais fortes, por isso, muita força, bola para a frente e principalmente muita alegria.
    Bjs
    Nany

    ResponderEliminar
  10. Nunca comentei nada, limitei-me sempre só a ler, mas este texto está fantástico. A tua força é incrivel!

    Muita força sempre e toda a felicidade do mundo.

    ResponderEliminar
  11. Não é fácil ser mãe solteira.
    Não é fácil ser pai solteiro.
    Não é fácil ser filho de pais solteiros.


    Pessoalmente temos duas opções.
    Ou sofremos bloqueados no passado.
    Ou colorimos o futuro.

    Consegues mudar o passado?
    Eu não.
    Tudo o que consigo é mudar o futuro.

    ResponderEliminar
  12. Admiro a tua forma de escrever...mas acima de tudo a tua força, a tua coragem, a tua determinação!Os outros... os outros não interessam, pois muitos têm esqueletos bem mais feios no armário do que ser mãe solteira! E não é a ti que eles devem "deitar" olhos reprovadores, mas sim a um pai que não teve coragem de assumir o bem mais precioso que a vida algum dia lhe poderá dar um Filho!
    Beijinho Grande e tenho a certeza que o teu filho tem um imenso orgulho de ter uma mãe como TU!

    ResponderEliminar
  13. Sabes que tens uma força incrível, não sabes? :)
    Beijinho grande
    @Anna

    ResponderEliminar
  14. tudo o que penso já to disse. estou de pé a bater-te palmas... uma vez mais - TUDO O QUE PRECISARES, ESTOU AQUI!

    bj aos 2

    ResponderEliminar
  15. És uma Mãe com M grande e uma fonte de inspiração. Obrigada por partilhares a tua força. Estou de olho em ti.. :) Vai, muita força Mãe. Bjinhos

    ResponderEliminar
  16. ser mãe solteira é, ao escreveres como escreves e apesar das muitas controversas que apanhas pela frente, teres a alegria de veres e sentires o teu filho, brincar, sorrir, amar e saber que é amado... isto vale mais que ouro.
    por outro lado, e quanto ao pai... encara-o como um pormenor com data fora de prazo.

    és uma mulher (resistente) com um enorme coração...




    a...té

    ResponderEliminar
  17. ser mãe solteira é, ao escreveres como escreves e apesar das muitas controversas que apanhas pela frente, teres a alegria de veres e sentires o teu filho, brincar, sorrir, amar e saber que é amado... isto vale mais que ouro.
    por outro lado, e quanto ao pai... encara-o como um pormenor com data fora de prazo.

    és uma mulher (resistente) com um enorme coração...




    a...té

    ResponderEliminar
  18. Você é uma GRANDE mãe solteira!

    Admiro-te!

    Você é um coração de fogo!

    Que NUNCA vai deixar de ser coração e NUNCA deixará de ser fogo.

    Tudo pelo Piolho.

    Ele merece e VOCÊ também toda a felicidade do mundo!

    ResponderEliminar
  19. difícil mas acredito na tua força e espero que tenha corrido tudo como desejas ... que a justiça se faça e que Deus cuide sempre de vocês dois **

    ResponderEliminar
  20. Admiro tanto, mas tanto a tua força! a tua capacidade de te levantares de cada vez que alguem (ou a vida) te tenta derrubar!
    Tiro-te o chapeu, aplaudo e inspiro-me no teu exemplo!

    Ser mãe é saberes que amas o teu piolho como jamais alguém será capaz de amar... e saberes que esse amor é reciproco!

    Um beijo...

    ResponderEliminar
  21. Fiquei sem fôlego e a minha admiração por ti cresceu!

    ResponderEliminar
  22. lindas palavras, sentidas e fortes. ser mãe solteira não ser fácil, ser mãe solteira é uma luta contra tudo, mas por um bem maior que é o teu filho. e sem dúvida que tem uma excelente mãe. obrigada por partilhares a tua história e espero mesmo que tudo corra bem.

    Um beijinho e muita coragem

    ResponderEliminar
  23. Ler este turbilhão de frases, de sentimentos só fez aumentar a minha admiração por ti e pela tua história, mas acima de tudo, aumentou o meu respeito pela força, pela luta, pelo amor, pela determinação que só as mulheres sabem ter.
    E, mais uma vez, dou por mim a pensar em como é fantástico este mundo dos blogs e das partilhas, que nos faz ter sentimentos tão bons por quem nunca vimos na vida.

    ResponderEliminar
  24. Brutal!

    E tu estás de parabéns mesmo mesmo!

    beijos beijos!

    ResponderEliminar
  25. Sabes, às vezes temos pais que estiveram juntos e depois separam-se e no meio o pai esquece o filho e a mãe por outros motivos (principalmente outro casamento e monetários e por estar longe) também acaba por esquecer. E nesses momentos vivam as avós, supermulheres cheias de força!
    Força para ti também que tens uma linda história, já viveste tanto e vais continuar a ganhar as batalhas que fores travando!

    ResponderEliminar
  26. Admiro-te e repeito-te mais ainda por isso. Tambem eu sinto tanto do que escreveste...

    ResponderEliminar
  27. Uau. Deixa-me que te diga que és uma fonte de inspiração para muita gente e até mais velhas que tu. És uma guerreira. O teu filho quando crescer vai ter muito orgulho em ti :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  28. só hoje reparei neste texto! és uma lutadora, uma verdadeira fonte de inspiração para muitas mães solteiras e não só!
    admiro a tua coragem, força e determinação.

    Bjokas

    ResponderEliminar
  29. "Descobri-te" hoje...e acredita que foi uma agradável surpresa...Admiro-te imenso força nisso.

    Sou filha de uma historia idêntica, só que o pai simplesmente não conheço ...


    Bjinho

    ResponderEliminar
  30. Simplesmente fabuloso. Pena que nem tudo seja tão perfeito como este texto, não como o que relatas, mas com a simplicitade que o fazes.
    1 beijinho e muita muita força.

    ResponderEliminar
  31. Simplesmente fabulosa a tua historia, sem muito de bonito mas que revela a capacidade de ser mãe..
    Parabens e que tenhas muita força para continuar assim.
    Um dia... tudo pode mudar e ser cor-de-rosa.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  32. Gostava de ter metade desta força,
    depois deste texto, ainda te admiro mais.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  33. Adorei,sàbias palavras as tuas e tao bem ditas!!
    jà estou a seguir o blog e està fantàstico mesmo!!gosto muito,mesmo muito da coragem e força que tranpareces!
    obrigada partilhares o teu dia- a-dia e deixares que nos deliciemos com as tuas històrias:)

    ResponderEliminar
  34. Apetece ler muitas vezes... pela força, pela coragem, pelos objectivos, pelos princípios...
    :)

    ResponderEliminar
  35. Lê, as vezes que precisares, desde que seja positivo para ti :)

    ResponderEliminar
  36. Que coragem! Acabei de chegar a este blogue, mas acho que me vou manter por aqui... Bjs

    ResponderEliminar
  37. o texto é lindo.
    eu vejo me numa situação parecida a ex mulher do meu ex companheiro infernizou me a vida e usou o filho contra nós ate que eu me fartei quando soube que estava gravida disse que nao queria proximidade com o filho dele porque a ex mulher dele podia fazer mal ao meu bebe e ele preferiu defender o filho quando o miudo ja me fez de tudo maltratou atirou pedras só porque a mae telefona lhe e manda lhe fazer isso. Agora enfrento uma gravidez de gemeos ao qual tenho apenas a minha familia do meu lado limitei me a dizer lhe que abortei, ver as ecografias sem o pai deles pois nenhuma mulher pode aceitar tal falta de apoio mas nao vou desistir nao vou dar esse prazer aos outros que tanto me querem ver falhar vou lutar e fazer com que eles nao precisem de mais ninguem a nao ser de mim.

    ResponderEliminar
  38. Fiquei comovida, com o seu relato.
    Há 46 anos, quase fui mãe solteira.
    Durante 5 meses, calei tudo, de toda a gente, até do pai do meu filho. O tempo era outro. Eu queria aquele filho mais que tudo. Calei-me por medo. Quando já estava numa altura em que nada me podiam fazer, ( sim, querida, nesse tempo, os pais preferiam matar o neto e pôr a vida da filha em perigo, do que a vergonha de ter uma mãe solteira em casa). Falei com o pai do meu filho, ainda hoje meu marido, falei com os meus pais. Tudo acabou num casamento semiclandestino e a minha clausura em casa.
    Mudámos de casa, o meu filho nasceu de 8 meses.
    Quando havia visitas, diziam-me para me fechar no quarto e não deixar chorar o meu bebé.
    Tudo em nome dos estúpidos preconceitos.
    A minha filha tem uma filhota de 17 anos. É mãe solteira. Agora está casada, mas não com o pai da filha.
    Parece quase impossível, que no sec. XXI se continue a proceder assim.
    Gostei da sua coragem. O Piolho tem uma grande mãe.
    Seja feliz, lute por ele e por si.
    Um abraço de uma velhota, que quase foi mãe solteira, que tem uma filha mãe solteira, que admiro e amo.
    Maria

    ResponderEliminar
  39. Clap, clap, clap... (de pé).

    Será impossivel as pessoas que estão mais junto de ti não te amarem por toda essa força e dedicação que tens.

    Não sei o que é ser mãe... nem sequer o que é ser pai (ainda), mas sei reconhecer uma força incrivel quando a vejo (escrita).

    Tudo de bom na tua (vossa) vida!

    ResponderEliminar
  40. Tudo de bom para ti e para o teu filho. É um acto de coragem, mas sobretudo um acto de amor!


    Beijinho

    ResponderEliminar
  41. Que maravilha e fonte de inspiração e coragem.
    Adorei.

    ResponderEliminar


  42. amei o texto!!!

    desejo do fundo do meu coração que encontres gente bonita pelo teu caminho e que te ajude a encontrar as forças que precisas para continuar o teu trilho.

    continua com essa garra, coragem, dedicação e maturidade!

    beijinho ♥

    ResponderEliminar
  43. Vou beber cada palavra escrita!!! Também sou mãe (solteira) e o que escreves diz-me tanto ... Beijinhos e FORÇA!!

    ResponderEliminar
  44. Ser mae deve ser mesmo um sentimento lindo... eu pessoalmente acho que uma mulher nao está completa sem ser mae :)

    Mulher corajosa :)

    ResponderEliminar
  45. Olá!! Ser mãe solteira é tudo isso e mais um pouco, realmente! Mas nós somos fortes, bem mais fortes do que nós imaginamos e do que as pessoas imaginam! Se vêem poucos pais solteiros por aí, porque eles não têm a mesma capacidade de nós mulheres...

    Continue nessa força, nós temos muitas recompensas, apesar das dificuldades....

    Se precisar, estou aqui... sempre!

    Beijos e sucesso!!


    http://mae-solo.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  46. Ser mãe (solteira), é ser Mãe, no verdadeiro sentido da palavra! Adorei o texto e tenho certeza que vou adorar acompanhar o blog! :)

    ResponderEliminar
  47. Como me revi na tua história!! Ser mãe solteira é pôr um sorriso nos lábios e com o coração acelerado pensar que afinal não estamos sós no mundo!! Eu costumo dizer que sou mãe solteira SIM e o maior orgulho da minha vida é não ter abortado e mesmo sozinha e abandonada pelo pai da M. ter decidido ter a minha M. A razão do meu viver!! :)

    ResponderEliminar
  48. So uma palavra: fantastica... beijinho

    ResponderEliminar
  49. Texto magnífico que conta uma história fantástica em que tu sem dúvida foste uma guerreira e te tornaste uma excelente mãe desde o minuto em que soubeste que estavas grávida. Parabéns por essa força*

    ResponderEliminar
  50. é ter muita coragem e muito amor para dar! Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  51. Uma força daqui...!

    ResponderEliminar
  52. <3 um beijo enorme.
    mesmo não te conhecendo, admiro-te imenso.
    as maiores felicidades para vocês*

    ResponderEliminar
  53. Muita coragem, muitos parabéns! A mim nem me choca tanto o facto de seres solteira, mas sim mãe tão nova, quando não é o que se imaginaria. Eu não teria essa coragem. beijinho

    ResponderEliminar
  54. Que mulher de coragem! és uma inspiração sabes? Beijinho*

    ResponderEliminar
  55. Pelo que li, és um exemplo!
    Aqui vai mais um abraço de força!

    (Xs)

    ResponderEliminar
  56. Sei o que sente quando escreve estas palavras. eu propria estou a passar por isso. Força e um beijinho

    ResponderEliminar
  57. Este texto é qualquer coisa de genial.
    Tão bem escrito, tão sentido. Fiquei arrepiada. Fiquei (sua) fã.
    Vale a pena desejar-lhe força, quando leio que a deve ter, ou pelo menos encontrou a fonte de inspiração, de força.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  58. Adoro as tuas palavras. Adoro os teus posts. Em alguns deles identifico-me bastante.
    Gosto de e ir conhecendo pelo o teu blog.
    És uma grande mulher e uma super mãe.
    Tudo de bom.

    Pat


    www.kitschpat.com

    ResponderEliminar
  59. Que boa descoberta, este seu blog!!!
    A forma como vive a maternidade, confere ao seu estado civil a insignificância de um pormenor!!!

    Beijinhos blogosféricos....

    ResponderEliminar
  60. Parabéns.
    Pelo texto, mas sobretudo pela Mãe que demonstra ser.

    ResponderEliminar
  61. Que lindo! Parabéns pela clareza com que enfrentas a vida. Vou continuar a seguir-te! :-)

    ResponderEliminar
  62. Maravilhosa descrição. És uma super mãe e o teu filho sabe-o. Quanto ao pai, quando for velhinho e sentir falta de um carinho de filho, não o terá!!Tu pelo contrário estarás rodeada de felicidade em miniatura! BJ

    ResponderEliminar
  63. Um texto lindo, lindo e forte. Encontro nele um pouco mais de coragem e força para seguir com convicção de que vou conseguir criar meu filho sozinha.

    Parabéns.

    ResponderEliminar
  64. Como eu cheguei aqui não importa, só importa mesmo dizer que sei exatamente do que escreves! Ser mãe solteira é ter o abraço do teu amor maior e perceber que as dores por mais fortes que sejam, conseguem ser apagadas em milésimos de segundo! beijinho*

    ResponderEliminar
  65. Sou mãe solteira e revejo-me em quase tudo o que foi escrito! È preciso ser muito corajosa mas os filhos dão-nos essa força! Parabéns

    ResponderEliminar
  66. Anónimo7/03/2014

    Que forma linda de contar uma historia

    ResponderEliminar
  67. Anónimo7/03/2014

    lindo
    minha mãe tb foi mãe sozinha
    ademiro muito

    ResponderEliminar

*