| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

O rescaldo

Do ano escolar de querido filho, em que primeiro e segundo período foram de balda autêntica, não houve um fim de semana em que os trabalho viessem feitos em cada estadia com o pai, que nunca puxou muito para a escola e não obstante os seus conselhos para que querido-filho não seguisse os seus passos, este assobiou para o lado e achou que em devida altura, a solução lhe cairia do céu, mas felizmente a mãe é atenta, às vezes retardada, é certo, mas ainda assim atenta, em boa hora o agarrou e o obrigou a compensar o perdido e assim se trabalhou até à exaustão, tantas vezes contrariado, na maioria das vezes, sublinhe-se! mas pouco a pouco os bons resultados foram-me dando razão, pelo meio encontrámos verdadeiros exemplos de mães que obrigaram filhos, e filhos estes que cresceram revoltados com tantas obrigações, mas hoje, crescidos, agradecem... E estes BONS exemplos deram-me coragem para encorajar pequeno-grande-príncipe que aproveita agora as merecidas férias, que descansa de dias difíceis de trabalho árduo e que se prepara para embarcar em dois magníficos campos de férias já no próximo mês. Mais uma vez, orgulho de mãe a falar por si

5 comentários:

  1. E ser mãe é isso mesmo....
    Como tu propria escreveste um dia...não podemos ser so beijos e mimos e abraços?????
    Não....pois.... ;)
    Parabens a AMBOS!!!

    ResponderEliminar
  2. E deves ter orgulho porque é bem mais fácil fazer com que os miúdos se desmotivem do que o contrário. Puxá-los para cima é que é difícil. Mas o teu rapagão, depois de muitos desses bons exemplos, tem de perceber que tem de fazer as coisas por ele, porque a responsabilidade é dele. mas fizeste tudo certinho. eu faria exatamente o mesmo. a primeira teoria é a voz da professora. a segunda é a voz do coração e de mãe. Tu encontras esse equilíbrio de contrariar, quando é mais fácil "deixar andar" (porque dá bem mais trabalho).
    Parabéns. Continua e dar muito afeto, disciplina, puxões de orelhas e muito amor de mãe ao teu D piolho que precisa, mais do que nunca, desse amor incondicional de mãe.

    ResponderEliminar
  3. É assim mesmo, estão de parabéns e agora o descanso é merecido e sabe ainda melhor!

    ResponderEliminar
  4. Isso é que é ser mãe com um M grande ;) Muito bem, fico contente que tudo tenha acabado bem ;)

    Beijinho*

    ResponderEliminar

*