| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

cenas dos próximos episódios

Filho-mais-lindo trazia ontem um recado do pai que 'agradece que eu não me meta na vida da criança quando está ao seu cuidado'

Ora vamos lá trocar isto por miúdos: Primeiro: Ficou ao cuidado dos avós e não do pai. Segundo: Esteja querido filho com o pai, os avós ou até mesmo com o senhor presidente da republica, desde que o veja a proceder de forma menos correcta, contra as regras que lhe imponho ou a fazer o que não deve, meto-me sim, porque esse é o meu dever como mãe e a minha obrigação como educadora e responsável. E para finalizar:  tendo em conta que para todos eles, mais uma vez eu errei, vamos deixar então o menino ao meu cuidado, acabando os dias e noites com a família paterna para que episódios destes não voltem a acontecer, para que eu não volte a ser desautorizada em frente à criança e principalmente até que alguém obrigue a sujeitar-me a tanta irresponsabilidade, mas que fique desde já bem esclarecido que a criança recebe visitas em [minha] casa, sempre que tenham vontade de o ver

13 comentários:

  1. Se assim querem assim vão ter!

    E não só não te respeitaram como tiveram uma atitude muito irresponsável!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Sabes que a Juíz disse-me isso: que eu nada tinha a ver com a forma como o pai educava a MC quando esta estava com ele... imagina! Enfim... gostava de ver se fosse com um dos filhos dela...

    ResponderEliminar
  3. Enfim... a paciencia que és obrigada a ter na tua vida é simplesmente impressionante :S
    Acredito que mais uns aninhos e o teu filho vai agradecer-te a educação e as regras que lhe ensinas, e ver que amar significa dizer "não" de vez em quando.
    Quanto às visitas supostamente paternais, acredito que tens todo o direito de intervir sempre que a educação do teu filho é posta em causa!

    ResponderEliminar
  4. Eu deixei este post aberto a comentários exactamente para ler coisas estúpidas como essas que tu, Rita, escreveste, estúpidas mas verdadeiras, proferidas por quem decide. E tal como dizes, diriam o mesmo relativamente aos seus próprios filhos?

    Então eu vejo o meu filho a passear-se ao lado dos perigos desta cidade, sem uma mão que o agarre e deixo-o andar? O meu filho sabe que com a família paterna faz o que quer e se eu não meter 'uma mão' nisto um dia destes troca-me (na boa) por eles, lá é tudo muito mais fácil, muito mais simples, muito melhor, principalmente porque não há regras. Eu tenho cada vez mais medo de enfrentar 'o' juiz, de ter de me segurar naquilo que irá contra os meus princípios e principalmente, das cunhas que o pai possa ter e que actuem a seu favor. Obrigada Rita

    ResponderEliminar
  5. Tânia*
    Acredito que esta seja a melhor opção

    ResponderEliminar
  6. Faz o que o teu coração de mãe te dita. A nossa intuição maternal raras vezes se engana. Faz tudo com a maior suavidade que te seja possível para que D. Piolho assimile tudo com a calma necessária.

    Muita coragem sempre Smile :)

    ResponderEliminar
  7. Ai tanta estupidez junta....
    Amiga....ainda bem que dessa familia apenas tens " A COISA MAIS IMPORTANTE DA TUA VIDA"....vai lá vai....
    è inacreditável como conseguem interferir na nossa vida mesmo afastado.....
    Coragem...
    Espero que essa situação não passe daí....

    ResponderEliminar
  8. é preciso ousadia... :S

    ResponderEliminar
  9. Acho que estás coberta de razão,percebo que como mãe não podes permitir que deixem o teu filho fazer o que quer e que ainda por cima é algo que pode ser prejudicial para ele.
    Mas como irá reagir o teu a filho essa decisão, ele já não é um bébé já começa a ter voz.
    Eu percebo que para defendermos os nossos filhos somos capazes de tudo, mas não consegues chegar aum entedimento com o outro lado.

    Desculpa esta minha intromissão

    ResponderEliminar
  10. Penelope*
    Agradeço o comentário e decidi deixar o post aberto a comentários justamente para perceber opiniões divergentes pois não sou dona da razão. Não tomo nenhuma decisão sem consultar o pequeno, sem pedir a sua opinião e sem a sua concordância, ele tem noção do erro que cometeu, mas sabe que lá os pode cometer, esse e outros, dentro e fora de casa, até faltas de respeito lhes são permitidas e agora deu até para gozar com as situações que lhe permitem fazer. E sabe que os bons amigos dele não agem assim e, pensando, não é isso que quer fazer, age porque pode fazê-lo, porque lho permitem, mas quando o confronto com as atitudes fica envergonhado com o que fez, admite que errou e sabe que não é esse o caminho. Reconhece também o meu esforço (que é muito) e a minha dedicação e sabe que não quer magoar-me ou preocupar-me e estas situações, principalmente os recados que trás, começam a revoltá-lo.
    A decisão que tomei, foi, tal como disse a PRINCESA TAGARELA, mais acima por ouvir o meu coração de mãe, por querer o melhor para o meu filho, ainda que isso o prive dos avós/pai.

    Mas não priva, deixei-os à vontade para o visitarem sempre que queiram, ele tem o seu espaço dentro de casa para receber quem o quer ver, e muito mais na rua, mas (estes) avós passam meses sem ligar, podem estar a almoçar no restaurante ao lado que não fazem um telefonema a convidar ou a informar que estão ali.

    E os 11 anos dele percebem isso tudo e pela soma destas atitudes vai tomando também as suas opções

    ResponderEliminar
  11. É preciso ter lata,
    assim não vai haver próxima, e fazes tu muito bem,
    beijinho

    ResponderEliminar
  12. Eu cà concordo que tens lelso de ouvir o teu coração de mãe e sò tu sabes realmente o melhor para o teu filho!Eles se não estiverem bem,olha,que se arranjem,senão que não fizessem asneira!o teu piolho,(tambèm chamo piolho ao meu Afonso:),precisa de alguèm como tu,que o chame à razão e que lhe ensine o bom caminho e se os outros sò sabem "desencaminhar" então que fiquem là no cantinho deles!E se estiverem mesmo interessados em vê-lo que venham ao seu espaço e passem aì algum tempo com ele!
    Fizeste muito bem e um dia piolho vai te agradecer imenso por todas as atitudes que tomaste!bjnh

    ResponderEliminar
  13. http://pt.wikipedia.org/wiki/Bom_senso

    ResponderEliminar

*