| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

╭•⊰✿

Há quem não goste de segundas feiras ou de sábados e não é por isso que desata a gritar aos quatro ventos, também há quem não goste de amarelo, ainda bem que os gostos não são todos iguais. Ainda bem. Eu não gosto do dia dos namorados, do dia da mulher e de mais uns quantos, pelo exibicionismo, pelo materialismo e por mais uma mão cheia de razões que agora não interessam nada. Acontece porém que tenho uma veia que de vez em quando gosta de dar o ar da sua desgraça e subestimar aquilo de que menos gosto. A minha idade e alguma experiência já me mostraram o quando isso é feio e depressa a vida se encarrega de me fazer ver que não gosto mas tenho de respeitar e aprender a guardar certas coisas para mim porque sei bem que subestimando, mais tarde ou mais cedo vou ser posta à prova. Hoje tive mais um exemplo disso. Não gosto do dia dos namorados, não gosto de bonequinhos fofinhos e bonitinhos que abundam neste dia, corações que saltam, têm luzinhas e dão musica, nem do excesso de vermelho com que teimam em cobrir montras, mas há gente que verdadeiramente me conhece [suponho] e sabe o quanto gosto de ser discreta e de poucas exibições. Isto tudo para dizer que acabaram de entregar um ramo de flores aqui no trabalho da menina [também não gosto de misturar trabalho com conhaque] e agora com um olho nas flores e outro no calendário não tenho coragem de voltar a dizer que não gosto deste dia, pronto. Seja quem for o remetente [não identificado] roubou-me um sorriso e as flores são tão lindas que apetece comer.

10 comentários:

  1. Concordo quando diz que é mais um dia de consumismo, e principalmente quando a filosofia deve ser o ano dos namorados. Todo o gesto de carinho é benvindo. Mas se oferecessem esse ramo amanhã não ficarias felizes da mesma maneira e dando o mesmo valor!
    P.S.: Mas ainda bem que o recebeste sinal de quem te aprecia!

    ResponderEliminar
  2. Óóóóóó!
    E eu fiquei tão feliz, por ti, minha querida, que nem imaginas! :D

    ResponderEliminar

*