| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

a balburdia... na escola

O assunto da funcionária está arrumado. A intenção era estar presente para o pedido de desculpas pessoal, mas coincidência do destino, adoeceu, fê-lo apenas com o meu filho, esta manhã antes de adoecer pediu desculpa e se redimiu do que disse -coisa mai'linda- Queria a escola então adiar a reunião para outro dia em que a funcionária não estivesse doente e cumprisse com a obrigação. A obrigação é fazer o seu trabalho e não andar a pedir desculpa pelas falhas, caguei em desculpas olhem que façam um bolo com elas. Mas até aqui chegar foi uma longa caminhada, duas horas de reunião para isto, levantei a voz, interrompi, desmenti e finalmente perceberam que, estando a razão do meu lado podem até chamar o Papa-Emérito ou o próximo que eu não vergo. Acabou em bem, porque é assim que tem de acabar

3 comentários:

  1. E é assim, que têm que ser! Já era o tempo em que os nossos pais baixavam a cabeça ao que se passava na escola.À que defender os nossos filhos sempre!

    ResponderEliminar
  2. Fói a a bilis com certeza. É que tanta parvoice faz mal ao figado.
    Nany

    ResponderEliminar

*