| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

coisas [sem nexo] que preciso deitar cá para fora

Gostava de não sentir isto aqui no peito e no coração, isto que anda acima e abaixo na minha garganta e faz saltar dos olhos lágrimas que não queria transbordar, que me remete ao silêncio e me deixa num estado... triste, talvez
Gostava de voltar atrás e fazer aos outros exactamente o que fiz e como fiz, acreditando com a mesma certeza que no meu lugar fariam exactamente o mesmo, da mesma forma, mas queria principalmente estar no presente e poder confirmar isso, colher frutos do que plantei e não andar agora por aí a passear uma cesta vazia
Gostava que a palavra aceitar fosse exactamente o que diz ser, as pessoas tal como são, que as compreendessem, e entendessem que não gosto de impingir a minha presença a ninguém, que quando me sinto a mais me afasto e que respeitassem esse meu afastamento como respeito quem se afasta de mim
Gostava que todas as distancias tivessem um motivo, razões conversadas e entendidas e não me deixassem entre duvidas e incertezas ou na obrigatoriedade de suposições
Gostava muito de ter pensado muito mais em mim ao longo de toda a vida porque esta coisa das pessoas e do tempo que se dedica aos outros nem sempre é compensado, mas gostava principalmente de levar uma vida sem perder tempo a pensar em tudo isto 
Gostava também de ganhar a lotaria ou o euro-milhões [mas não jogo], e tal como na vida, ás vezes fica-se à espera que nos adivinhem