| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

hoje, excepcionalmente amarga

trouxe um lápis de cor e pintei de amarelo o sorriso para esta noite, vou sentar-me na mesma mesa com gente pouco simpática e profissionalmente inactiva não os conhecesse eu há mais de duas mãos cheias de anos vou sentar-me à mesma mesa com pessoas convictas de que o trabalho não é para ser feito, mas para se ir fazendo, gente que atende o telefone jogando à defesa e atacando com arrogância, respondendo da forma mais rápida e menos trabalhosa ainda que não a mais correcta
hoje vou estar assim, amarela e artificialmente vestida e maquilhada, à mesa a distribuir sorrisos que espelham a maioria dos que me rodeiam, hoje é natal, é por isso que trago este lápis afiado para me retocar, porque hoje é natal [só] hoje!