| p r e f á c i o |

|odiario.blog@gmail.com|

| vergonha alheia |

tão despistada quanto atenta, não me escapam olhares que falam em silêncio, expressões que tudo dizem ou pés que se esticam quando outros vão passar, rasteiras. revolta-me a simpatia por obrigação, os sorrisos falsos e as mensagens que ficam bem na fotografia, os parabéns nas redes sociais e as falsas pancadinhas nas costas, as falsas amizades, as amizades por conveniência, as aparências e o que fica bem. revolta-me ter vestido camisolas dos que me rodeiam, que me são próximos por razões familiares ou amizade e ter de as despir por vergonha alheia

nunca poderei agradar a todos | nem quero |


5 comentários:

  1. Anónimo11/04/2015

    Credo, que post tão deprimente de tão real que é
    Porra para isto que é igual em todo o lado, oh gentinha

    Beijinho para ti

    ResponderEliminar
  2. Catarina (des)landes11/04/2015

    Todas essas palavras podiam ser minhas
    Aliás, até levava isso e pespegava ali no meu mural do Facebook para ver se se tocam de vez

    ResponderEliminar
  3. Palavras recheadas de realidade!!

    O Pai,
    http://soupaieagorablog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. nem Deus, que é Deus conseguiu agradar a todos... Importante é sermos nós próprios...

    ResponderEliminar
  5. O melhor é não ligares às "vózinhas" que falam mal nas tuas costas mas não têm a coragem de o fazer na tua frente. Só tu sabes o que é importante e verdadeiro para ti.

    ResponderEliminar

*